Deputada se reúne com duas grandes líderes empreendedoras e promotoras da dignidade da mulher no Brasil

Setembro foi um mês de grandes encontros com poderosas líderes empreendedoras, reconhecidas internacionalmente pelo trabalho realizado junto a milhares de outras mulheres, que transformaram suas vidas após passarem por cursos, palestras e capacitações e conquistarem sua independência financeira.

A reunião da deputada Damaris Moura com a empresária Luiza Helena Trajano, fundadora da rede de lojas Magazine Luiza, ocorreu em seu escritório. Luiza também é a idealizadora e presidente do Grupo Mulheres do Brasil, criado em 2013 por 40 mulheres de diferentes segmentos com o intuito de engajar a sociedade civil na conquista de melhorias para o país. Hoje, já são mais de 33 mil participantes no Brasil e exterior, e se consideram o maior grupo suprapartidário do país. O slogan de trabalho do Grupo é “Cada Mulher Conta”.

A próxima reunião foi com Ana Fontes, idealizadora da Rede Mulher Empreendedora (RME) em 2010, durante o “Programa 10 mil Mulheres da FGV”, quando teve a ideia de criar um blog sobre os medos, as dúvidas e as dificuldades do empreendedorismo feminino. Este foi o ponto de partida, a criação oficial em 2017 aconteceu quando Ana resolveu ampliar seus objetivos e focar na capacitação de mulheres em situação de vulnerabilidade, com o propósito de torná-las empreendedoras, garantindo sua independência financeira.

Publicitária, com pós-graduação em Relações Internacionais, Marketing, Desenvolvimento de Executivos e especialista em Empreendedorismo, Ana Fontes foi eleita recentemente pela Forbes uma das 20 mulheres mais poderosas do Brasil.

“Foram agendas com duas mulheres extraordinárias, que tenho certeza resultarão em excelentes parcerias de trabalho para a inclusão de mulheres vítimas de violência doméstica no mercado de trabalho, por meio de políticas públicas e legislação que fortaleçam esta luta. É o nosso mandato a serviço do cidadão e do desenvolvimento das pessoas, para a formação de uma sociedade melhor e mais justa”, anuncia a deputada.

Escreva um comentário